ELEIÇÕES 2022 – MORO TEM ALGUMA CHANCE?




Evidentemente que tem! E se existe alguém no país das 1001 maravilhas...  para os políticos, só há um nome capaz de acabar definitivamente com a corrupção e a falta de vergonha dos nossos governantes: SÉRGIO MORO!

Conforme afirmei às vésperas da campanha eleitoral nas eleições municipais de nossa cidade em 1996, em livro de minha autoria: “A política partidária é a arte de unir inimigos para lutar contra inimigos que se uniram”. Sem dúvida, na teoria e na prática, sem nenhum constrangimento, unem-se aos adversários e fazem acordos escusos na calada da noite, aumentando ainda mais o nível de corrupção e desonestidade dessas lideranças.

E por falar em acordos dessa natureza, essa polarização entre Bolsonaristas e Petistas, na verdade, revela mesmo é que os brasileiros já estão cansados de tanta corrupção de todos os lados, resultando em aumento de votos nulos, brancos e abstenções, podendo-se afirmar que poderemos chegar perto de 50% de votos de protesto nas próximas eleições, persistindo a tão propalada polarização.

Portanto, nessas circunstâncias, aquilo que está sendo chamado de 3ª via, pedindo licença para o trocadilho, PODEMOS ter o Dr. Moro indo para o segundo turno, possivelmente com Lula, uma vez que o eleitor petista não muda voto.  Moro poderá contar também com o reforço  dos antipetistas decepcionados com Bolsonaro, sobretudo sendo uma opção para os 30 milhões de votos nulos, brancos e abstenções das últimas eleições.

É importante lembrar também que em tal hipótese, ou seja, LULA X MORO disputando um segundo turno, os votos dos Bolsonaristas fiéis seriam migrados para o Dr. Sergio Moro, assegurando a vitória do Juiz, uma vez os eleitores de Bolsonaro certamente não iriam votar no PT, apesar dos desentendimentos entre Bolsonaro e Moro no caso da PF no Rio de Janeiro. E se Moro continuar buscando o apoio dos dissidentes do Exército, a polarização poderá acontecer efetivamente é com os candidatos do PODEMOS e do Partidos dos trabalhadores.

Essas são, portanto as chances do Dr. Sergio Moro acabar se transformando na primeira via, principalmente porque o Juiz tem como carro chefe da campanha o combate à corrupção e, como diz o velho chavão: “Haja cadeia para tanto ladrão!” O combate à corrupção é de suma importância, considerando-se que as verbas públicas não sendo desviadas, vão proporcionar maiores investimentos na saúde, educação, transporte, segurança e no desenvolvimento econômico, gerando maior produção em várias áreas e, claro, muito mais empregos.

Entretanto, se Moro não resistir ao assédio de Dória, a vaca vai acabar indo pro brejo, possivelmente com o leite azedo, caso Moro aceite o governador paulista como vice.  E aí? Você é lulista, bolsonarista ou prefere ser um moralista?

Quanto ao meu voto, por favor clique “CONCURSO PÚBLICO PARA CARGOS ELETIVOS”. 

Já quanto aos políticos: Senhor, perdoa-lhes, porque eles não sabem o que fazem!

 

DFSOUTO

www.dfsouto.com.br

Comentários